sábado, 21 de novembro de 2009

SIM - Sistema de Informação Metropolitano


Há muito tempo atrás, nessa terrinha distante das capitais, sonhava com o dia em que todo ônibus coletivo de Goiânia tivesse GPS. Sim, e que através desse dispositivo pudéssemos verificar o horário em que o nosso carro, como dizem os motoristas, fosse passar pelo ponto.

Na minha ideia poderia, por exemplo, abrir o sitio da companhia de transporte coletivo e verificar a que horas o meu ônibus passaria pelo ponto próximo ao meu serviço, poupando-me gasto de tempo desnecessário ou mesmo acelerando meu passo para não perder o próximo.

Pois então, agora é fato. Já podemos contar com um serviço similar, para não dizer melhor. Estreou ontem, dia 19, o SIM - Sistema de Informação Metropolitano. O nome me soou genérico demais, mas a informação é inerente aos serviços de transporte coletivo da grande Goiânia.

Resumindo, o serviço mais interessante se dá através do envio de um SMS, famigerado torpedo - visto o legal pacas, para o número 28000 (28028 se sua operadora for a TIM) + o número do ponto que quer os horários. O texto fica da seguinte forma:

pt XXXX

Por exemplo, para saber a que horas o próximo ônibus passa no ponto aqui ao lado de casa, envio a seguinte mensagem:

pt 4406

Ao menos quando envio, a demora para entrega do SMS ao destino é considerável, algo em torno de dois minutos. No sítio da Rmtc Goiânia - Rede metropolitana de transporte coletivo - afirmam que o tempo de espera é relativo a cada operadora, no meu caso a TIM. Depois de feita a entrega a resposta é rápida.

Na resposta consta os números das linhas disponíveis para aquele ponto e seus respectivos próximos dois horários de passagem para o mesmo.

Sim pessoas, está ai um serviço de fácil uso e muito prático. Integrando o leque de serviços disponíveis pelo SIM, temos ainda:

- Sítio WAP - wap.rmtcgoiania.com.br;
- Displays em locais de grande concentração de pessoas com informações em tempo real sobre as linhas;
- i-Center, algo como um display que será instalado em terminais e shoppings e que possibilitará a interação do usuário;
- Roteirizador de trajetos através do Google Maps.

Foi por meio desse último, o Google Maps, que fiquei sabendo dessa usurpação de ideia por parte da Rmtc. Procurava saber a distância da minha residência a um destino, quando verifiquei que estava disponível a opção de trajeto por ônibus.

Embasbacado com aquilo, um serviço antes só disponível para São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro, resolvi expressar tamanha surpresa via twitter, e acabei recebendo uma resposta da @maricapeletti, um dia antes da estreia, me informado sobre os serviços do SIM.

Portanto, roubaram minha ideia e aprimoram-na. O Ramon - @optmus é a testemunha que mais sabe do assunto, fora os outros próximos que tanto me ouviam falar dessa minha ideia dos tempos em que eu era um heavy user de ônibus.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Verificando a autenticidade do seu pendrive Kingston

Sei que se trata de algo a muito publicado, mas como o número de pessoas que me procuram para saber a respeito vem crescendo, resolvi deixar aqui o link para verificação de autenticidade de flashdrives da Kingston.

Infelizmente ainda não contamos com um programa que possa atestar a autenticidade assim que o plugamos ao pc. No metodo aqui relatado, a avaliação é feita por meio das informações contidas na embalagem do produto. Após fornecer os dados, o usuário recebe um email da fabricante informando se o objeto em questão é falso ou não.

Meu interesse sobre a autenticidade dessas mídias veio de quando fui ao camelódromo comprar memória microSD para meu celular. Em uma banca a memória está em um tipo de embalagem, outrora está em outro. Depois de comparar em seis bancas diferentes, percebe-se dois tipos de embalagens. A surpresa maior foi descobrir que a embalagem comum, sem apetrecho algum, era que a acomodava a memoria original. Já a outra que contava até com um selo holográfico, era a falsica.

Fiz o teste da minha memória microSDHC de 4GB e consta como original. Já um pendrive que comprei numa famosa loja de informática de Goiânia, está sob investigação minha desconfiança. O desempenho do dispositivo caiu consideravelmente de uns tempos para cá e para verificar a boa procedência, preciso encontrar a embalagem do produto.

Além de descobrir sobre as memórias piratas, também descobri que posso ter mais de 120 canais via satélite sem pagar mensalidade, a não ser por uma pequena taxa de adesão, R$ 1.000,00, mas essa é outra história.